Batemos um papo com Luizinho Mazzei, nosso parceiro a 5 anos

Luizinho Mazzei Tecnico de som parceiro Xtreme Ears

Luizinho Mazzei tem quase 25 anos de profissão e é nosso parceiro há cinco anos. Ele fez dos fones Xtreme Ears seus compaheiros inseparáveis. O Luizinho Mazzei é técnico de som há quase 25 anos e ja trabalhou com:

  • Ricky Martin;
  • Ja Rule,
  • Unconscious Disturbance,
  • Capital Inicial,
  • Travie Mccoy,
  • Shaman,
  • Lulu Santos,
  • Maurício Manieri,
  • Jota Quest,
  • Daniela Mercury,
  • Claudia Leitte,
  • B.B. King,
  • Sepultura.

Assim como todos os outros parceiros da Xtreme Ears ele conhece tudo e mais um pouco de música e o quanto faz diferença no seu trabalho usar um In Ear. Ele já usa o XE4 há cinco anos e adquiriu o XE8 há cerca de 9 meses. Descubra porque ele aprovou.

Xtreme Ears: O que você notou de diferença depois que passou a usar os fones in ear? Quais as diferenças entre o antes de depois? Você percebeu uma melhora na qualidade?

Luizinho Mazzei: Logo quando fiz meu primeiro teste, mesmo apenas ouvindo música, já percebia que algo era bem diferente.
Em determinada situação, ainda em fase de testes com o meu XE4, não tive tempo de passagem de som, só podendo fazer um checkline de fone.
Como sempre faço um soundcheck virtual, imediatamente ao terminar o checkline, coloquei o show passado para tocar e fiquei trabalhando de fone.(geralmente faço esse procedimento com o PA aberto). Cerca de 40mins depois, e razoáveis mudanças, dei ok para meu produtor, dizendo que estava pronto para começar o show.
Para meu espanto, logo nos primeiros compassos da primeira música, sentia uma diferença absurda na imagem stereo e nas definições de efeitos e altas frequências.
À partir desse dia, decidi só fazer o soundckeck virtual de fone e no momento em que consigo o equilibrio ideal para começar o meu show, abro o PA, mas não mudo nenhum parâmetro na mixagem. Caso seja necessário qualquer ajuste, faço isso otimizando o sistema para a minha música, geralmente em processadores externos. Dessa forma, consigo manter as mixagens do meu show, sempre iguais, valorizando todo trabalho feito nos discos e nos ensaios da tour.

Xtreme Ears: Você usa sempre seus fones? Mais no dia a dia, estúdio em shows?

Luizinho Mazzei: Ao vivo uso sempre em situações onde a console de PA está fora da posição ideal para se mixer um show. Seja muito distante ou nas laterais e até em outro ambiente.
Shows normais gosto de deixar o fone sempre de standby, me auxiliando para qualquer ajuste fino, seja de planos ou efeitos. Em estúdio uso com bastante frequência. Sempre que estou editando alguma música ou afinando alguma voz, ele é meu fiel escudeiro.
Durante as mixagens, uso para posicionar melhor instrumentos dentro da imagem e trabalhar com exatidão nos tempos de efeitos.
Sempre antes de finalizar uma música, ouço de fone por duas vezes em volume bem baixo, para tirar qualquer dúvida em relação a dinâmica e possíveis sujeirinhas que passaram despercebidas.

Xtreme Ears: Você recomenda os fones da Xtreme Ears? Por que?

Luizinho Mazzei: Recomendo sem sombra de dúvidas, tanto para músicos quanto para técnicos de som. O melhor no nosso trabalho é investir em nós mesmos. Ferramentas como os fones da Xtreme, nos trazem segurança, conforto, além do diferencial na apresentação do nosso trabalho.

 

WhatsApp chat