Baterista Fabinho Usa Os Fones De Ouvido In Ear Da Xtreme Ears

Um fone de ouvido in ear moldado para para cada ocasião

Na falta de um fone de ouvido in ear moldado o baterista Fabiano Manhas tem três, um para cada trabalho que desenvolve. O baterista e nosso endorse, Fabiano Manhas, se dedica ao ensino de Música pelo Brasil todo e viaja com todo seu equipamento para as clínicas e workshops para que ele possa atender, da melhor forma, todos os alunos que passam por seus cursos.

Com 27 anos de carreira, também é proprietário do Instituto de Música e Pesquisa Fabiano Manhas com ensinos para vocal, guitarra, bateria, baixo e teclado, que fica em São Paulo.

Fabiano contou que sempre teve problemas de adaptação com seus fones de ouvido. Há cinco anos, a Xtreme Ears cruzou seu caminho, e depois de receber seu XE3 moldado, todos os problemas que ele teve com fones acabaram naquela hora. Ele considera o XE3 muito bom para bateristas por conta do som grave.

Ele gosta tanto dos fones in ear da Xtreme que também tem um XE4 e um XE5, que utiliza para situações diferentes. “Quando eu vou fazer um play along (playback para disparar ao vivo), por exemplo, que eu uso o XE3. “Todos os fones são ótimos. Eu levo para tudo quanto é canto e uso demais”.

Além das aulas, Fabiano também tem um estúdio de gravação. E por trabalhar há tanto tempo com música seja tocando ou dando aulas ou participando de festivais, ele conta que, devido a sintonia fina auditiva que adquiriu durante esses 27 anos, ele precisa dos fones in ear da Xtreme Ears para todo seu trabalho.

Para Fabiano uma das coisas mais importantes para quem pretende ter seu Xtreme Ears que deve ser levada em consideração é o molde personalizado. “Quando você usa um fone que não está perfeitamente encaixado em seu ouvido, você vai usando, transpira, tem cera que fica no ouvido, e sem perceber isso dá uma diferença enorme no som que você ouve”

Segundo o baterista, sem esse conforto auditivo que o Xtreme Ears proporciona fica impossível de se conseguir um monitoramento perfeito do som. “Como todo meu som é digital e via wifi. Se eu não tiver um fone de excelente qualidade, você não consegue ter o isolamento necessário para enviar e ouvir o som do instrumento da maneira que você precisa.

Para fechar, ele recomenda que os Xtreme Ears têm tudo o que os músicos precisam para ter uma boa qualidade de trabalho que é o isolamento, qualidade das frequências e o conforto auditivo para proteção auditiva. “Essas qualidades têm em todos os fones moldados e também no Xtreme One e Xtreme One Plus, finaliza.

Siga o Fabiano Manhas Redes Sociais:
https://www.facebook.com/FabianoManhas
https://www.instagram.com/fabianomanhas/
http://fabianomanhas.com